segunda-feira, 25 de junho de 2012

 Passar a perna



  Significado:  enganar

   

   Exemplos:

   - O vendedor estava a tentar passar-me a perna, mas eu não deixei.

   - O João passou-me a perna. O cheque que ele me passou não tem cobertura.

domingo, 24 de junho de 2012

Música ao domingo

Paulo Gonzo - Dei-te quase tudo





Foste entrando sem pedires
E marcaste os teus sinais
Tatuaste a minha vida
Ferro e fogo e muito mais
Vasculhaste os meus segredos
E eu deixei
Sem reservas nem pudor...

Invadiste os meus sentidos
O que não fiz por amor
E deixaste a minha vida
Meio perdida
Neste beco sem saída..


Dei-te quase tudo
E quase tudo foi demais
Dei-te quase tudo
Leva agora os teus sinais...(2x)

Obrigaste-me a quebrar
Todas as leis
E deixaste-me ao sabor
Na loucura
Dei-te os dedos e os anéis
E o que tinha de melhor...

Dei-te quase tudo
E quase tudo foi demais
Dei-te quase tudo
Leva agora os teus sinais...(3x)

segunda-feira, 18 de junho de 2012

Expressões idiomáticas - Idioms

A rebentar pelas costuras 
         Significado: estar demasiado cheio

         Exemplos:

         - O bar em que estivemos ontem estava a rebentar pelas costuras.

         - Comi demais. Estou a rebentar pelas costuras. 

domingo, 17 de junho de 2012

Música ao domingo

Desta vez viajamos até às magníficas ilhas dos Açores, com uma versão de uma música tradicional - "Chamateia".

 

No berço que a ilha encerra

Bebo as rimas deste canto,
No mar alto desta terra
Nada a razão do meu pranto.

Mas no terreiro da vida
O jantar serve de ceia,
E mesmo a dor mais sentida
Dá lugar à Sapateia.

 

Refrão

Ó meu bem, ó Chamarrita,
Meu alento e vai e vem,
Vou embarcar nesta dança.
Sapateia, ó meu bem!
 
Se a Sapateia não der,
Pr’a acalmar minh’alma inquieta,
Estou p’ró que der e vier,
Nas voltas da Chamarrita.

Chamarrita, Sapateia,
Eu quero é contradizer,
O alento desta bruma
Que ás vezes me quer vencer.

 

Refrão

Ó meu bem, ó Chamarrita,
Meu alento e vai e vem,
Vou embarcar nesta dança.
Sapateia, ó meu bem!
 

domingo, 10 de junho de 2012

Dia de Portugal e de Camões

Celebra-se hoje, 10 de Junho, o Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas espalhadas pelo Mundo.

Camões é o poeta maior da língua portuguesa, autor da epopeia "Os Lusíadas".

Neste documentário poderá ficar a conhecer um pouco mais sobre este poeta.


segunda-feira, 4 de junho de 2012

Expressões idiomáticas - Idioms

Levar por tabela

Significado: sofrer as consequências de uma ação realizada por outra pessoa.

Exemplos:
       -  O João chateou a professora e nós levámos por tabela.
       - Com a crise em Espanha, Portugal vai levar por tabela.
 

segunda-feira, 28 de maio de 2012

domingo, 27 de maio de 2012

Música ao domingo

António Variações - Canção do Engate





Tu estás livre e eu estou livre
E há uma noite para passar
Porque não vamos unidos
Porque não vamos ficar
Na aventura dos sentidos

Tu estás só e eu mais só estou
Que tu tens o meu olhar
Tens a minha mão aberta
À espera de se fechar
Nessa tua mão deserta

Vem que o amor
Não é o tempo
Nem é o tempo
Que o faz
Vem que o amor
É o momento
Em que eu me dou
Em que te dás
Tu que buscas companhia
E eu que busco quem quiser
Ser o fim desta energia
Ser um corpo de prazer
Ser o fim de mais um dia

Tu continuas à espera
Do melhor que já não vem
E a esperança foi encontrada
Antes de ti por alguém
E eu sou melhor que nada

segunda-feira, 21 de maio de 2012

Expressões idiomáticas - Idioms

Não perceber patavina


 Significado: não perceber nada sobre um assunto.



Exemplos:
     
- Eu não percebo patavina de chinês.
- Acho que ele não percebeu patavina do que eu lhe disse. 

domingo, 20 de maio de 2012

Música ao domingo

Carminho - Escrevi teu nome no vento

 

Escrevi teu nome no vento
Convencido que o escrevia
Na folha dum esquecimento
Que no vento se perdia

Ao vê-lo seguir envolto / Na poeira do caminho
Julguei meu coração solto / Dos elos do teu carinho

Em vez de ir longe levá-lo / Longe, onde o tempo o desfaça
Fica contente a gritá-lo / Onde passa e a quem passa

Pobre de mim, não pensava / Que tal e qual como eu
O vento se apaixonava / Por esse nome que é teu

E quando o vento se agita / Agita-se o meu tormento
Quero esquecer-te, acredita / Mas cada vez há mais vento

segunda-feira, 14 de maio de 2012

Expressões idiomáticas - Idioms

Estar / Andar às cegas


Significado: não compreender algo sobre um assunto.



Exemplos:
    - Fiz o exercício completamente às cegas.
    - Ando às cegas com a matéria que ando a dar a Matemática.          

domingo, 13 de maio de 2012

Música ao domingo - In memoriam

Morreu esta semana, ao cair de uma falésia em Cascais, o músico e compositor Bernardo Sassetti - o músico que buscava o silêncio. Para além da sua discografia, Bernardo Sassetti ficou igualmente conhecido pelas bandas sonoras marcantes que fez para alguns filmes portugueses.

Unanimemente reconhecido como uma figura singular e ímpar da música contemporânea portuguesa (embora provavelmente desconhecido por uma grande parte do público em geral), perde-se aos 41 anos um músico, na verdadeira acepção da palavra, de excepção.





Bernardo Sassetti - Da noite ao silêncio

segunda-feira, 7 de maio de 2012

Expressões idiomáticas - Idioms

DAR CARTAS


Significado: ter jeito para, mostrar maior habilidade em.



Exemplos:
      - Aquela empresa dá cartas ao nível da produção de embalagens.
      - Eu dou cartas ao nível da matemática. 

domingo, 6 de maio de 2012

Donna Maria - Vinho do Porto

 

Primeiro a serra semeada terra a terra
Nas vertentes da promessa
Nas vertentes da promessa
Depois o verde que se ganha ou que se perde
Quando a chuva cai depressa
Quando a chuva cai depressa

E nasce o fruto quantas vezes diminuto
Como as uvas da alegria
Como as uvas da alegria
E na vindima vão as cestas até cima
Com o pão de cada dia
Com o pão de cada dia

Suor do rosto pra pisar e ver o mosto
Nos lagares do bom caminho
Nos lagares do bom caminho
Assim cuidado faz-se o sonho e fermentado
Generoso como o vinho
Generoso como o vinho

E pelo rio vai dourado o nosso brio
Nos rabelos duma vida
Nos rabelos duma vida
E para o mundo vão garrafas cá do fundo
De uma gente envaidecida
De uma gente envaidecida

Vinho do Porto
Vinho de Portugal
E vai à nossa
À nossa beira mar
À beira Porto
À vinho Porto mar
Há-de haver Porto
Para o nosso mar

Vinho do Porto
Vinho de Portugal
E vai à nossa
À nossa beira mar
À beira Porto
À vinho Porto mar
Há-de haver Porto
Para o desconforto
Para o que anda torto
Neste navegar

Por isso há festa não há gente como esta
Quando a vida nos empresta uns foguetes de ilusão
Vem a fanfarra e os míudos, a algazarra
Vai-se o povo que se agarra pra passar a procissão
E são atletas, corredores de bicicletas
E palavras indiscretas na boca de algum rapaz
E as barracas mais os cortes nas casacas
Os conjuntos, as ressacas e outro brinde que se faz


Vinho do Porto vou servi-lo neste cálice
Alicerce da amizade em Portugal
É o conforto de um amor tomado aos tragos
Que trazemos por vontade em Portugal

Se nós quisermos entornar a pequenez
Se nós soubermos ser amigos desta vez
Não há champanhe que nos ganhe
Nem ninguém que nos apanhe
Porque o vinho é português

Vinho do Porto
Vinho de Portugal
E vai à nossa
À nossa beira mar
À beira Porto
À vinho Porto mar
Há-de haver Porto
Para o nosso mar

Vinho do Porto
Vinho de Portugal
E vai à nossa
À nossa beira mar
À beira Porto
À vinho Porto mar
Há-de haver Porto
Para o desconforto
Para o que anda torto
Neste navegar

terça-feira, 1 de maio de 2012

Profissões - Solução

Esta é a solução para o exercício do dia 17 de Abril.

Será que é capaz de identificar as seguintes profissões?


 a)      Eu ensino as pessoas a falar português.

    Sou PROFESSOR.






b)    Eu trato as pessoas que estão doentes.


     Sou MÉDICO.







   c)      Eu apago incêndios.


          Sou BOMBEIRO.







 d)     Eu actuo num teatro ou em filmes.

      Sou ATOR.








e)   Eu ajudo os passageiros dentro de um avião.

     Sou HOSPEDEIRA DE BORDO / ASSISTENTE DE BORDO.









 f)      Eu escrevo em jornais. 

      Sou JORNALISTA.






  
      g)    Eu toco numa banda ou numa orquestra. 

           Sou MÚSICO.
 
 
 
 
 
 
h)      Eu trabalho num restaurante onde cozinho muitos pratos diferentes.

      Sou COZINHEIRO.
 
 
 
 
 
 

    i)        Eu  sou guarda-redes do Benfica.
 
         Sou FUTEBOLISTA.
 
 
 
 
 j)        Eu conduzo o autocarro que leva os meninos à escola.
 
                            Sou MOTORISTA.
 
 
 
k)      Eu cuido dos animais quando estão doentes. 
 
        Sou VETERINÁRIO.

segunda-feira, 30 de abril de 2012

Expressões idiomáticas - Idioms

Não aquecer nem arrefecer



Significado: não ter importância, ser indiferente.




Exemplos:
        - Esse assunto não me aquece nem me arrefece.
        - Nada do que ele diga me aquece ou arrefece.

domingo, 29 de abril de 2012

Música ao domingo

Lena d'Água - Dou-te um doce



Do coco faço uma batida
Da areia faço a minha cama
Gosto de me dar à vida
Sempre que o sol me chama
Adoro estar ao pé do mar
Quando te tenho ao meu lado

Dou-te um doce
Em troca de um beijo salgado

Vou na onda que me enrola
Como um manto de água fresca
Ouço ao longe uma viola
Bebo o dia que me resta
Fica mais quente o verão
Quando te tenho ao meu lado

Dou-te um doce
Em troca de um beijo salgado

sábado, 28 de abril de 2012

Verbos irregulares no presente do indicativo II - Solução de exercícios

Resolução do exercício do dia 21 de Abril.

   1. Eu não CREIO em extraterrestres.
   2. Ele CAI sempre quando anda de bicicleta.
   3. Eu SEI falar muito bem Português.
   4. Ele o jornal todos os dias.
   5. Eu guardo o teu segredo. Não DIGO nada a ninguém!
   6. Eles SAEM de casa para o trabalho sempre às 8 horas.
   7. QUERO um café e uma nata, por favor.
   8. Nós SUBIMOS sempre pela escada.
   9. Eu CONSTRUO móveis em madeira.

quarta-feira, 25 de abril de 2012

25 de Abril sempre!

Há 38 anos, na madrugada do dia 25 de Abril, teve início a revolução que viria a ser conhecida como "Revolução dos Cravos" e que poria fim a mais de 40 anos de ditadura fascista.

À meia noite e vinte (00:20h) foi dado o sinal para dar início às operações quando, na Rádio Renascença, tocou a música proibida pelo regime "Grândola, Vila Morena", de Zeca Afonso.




No final desse dia, Marcelo Caetano, que tinha substituído Salazar, abdica do poder e entrega-o ao general António de Spínola.

Dia da Liberdade. Para ser recordado. Sempre!


segunda-feira, 23 de abril de 2012

Expressões idiomáticas - Idioms

Ter os pés assentes na terra


Significado: ser realista, não ter ilusões.



Exemplos:
       - Numa altura de crise é necessário ter os pés assentes na terra.
     - Acabei com o João. Ele era um sonhador. Preciso de alguém que tenha os pés assentes na terra.

sábado, 21 de abril de 2012

Verbos irregulares no presente do indicativo II


   Exercícios:

   1. Eu não ___________ em extraterrestres.
   2. Ele ________ sempre quando anda de bicicleta.
   3. Eu ________ falar muito bem Português.
   4. Ele __________ o jornal todos os dias.
   5. Eu guardo o teu segredo. Não __________ nada a ninguém!
   6. Eles ______ de casa para o trabalho sempre às 8 horas.
   7. _________ um café e uma nata, por favor.
   8. Nós ____________ sempre pela escada.
   9. Eu _____________ móveis em madeira.

quarta-feira, 18 de abril de 2012

170.º Aniversário de Antero de Quental


A Google decidiu homenagear o escritor português Antero de Quental no dia do seu 170.º Aniversário.

Fique a saber um pouco mais sobre a vida e obra deste escritor aqui e aqui.

terça-feira, 17 de abril de 2012

Profissões

Será que é capaz de identificar as seguintes profissões?

    a)      Eu ensino as pessoas a falar português. 

    b)    Eu trato as pessoas que estão doentes 

    c)      Eu apago incêndios. 

    d)     Eu actuo num teatro ou em filmes. 

    e)   Eu ajudo os passageiros dentro de um avião.

    f)      Eu escrevo em jornais. 

g)    Eu toco numa banda ou numa orquestra. 

h)      Eu trabalho num restaurante onde cozinho muitos pratos diferentes. 

i)        Eu  sou guarda-redes do Benfica.

j)        Eu conduzo o autocarro que leva os meninos à escola.

k)      Eu cuido dos animais quando estão doentes.

segunda-feira, 16 de abril de 2012

Expressões idiomáticas - Idioms

VER COM OLHOS DE VER

Significado: ver com atenção, detalhadamente


Exemplos:
    - Não te preocupes. Eu vou analisar o documento com olhos de ver.
      -  Isto está tudo mal. Toma lá e vê isso com olhos de ver!  

domingo, 15 de abril de 2012

Música ao domingo

GNR - Popless




Maldito espelho devolveu a imagem dela sem reflectir,
É um vicio danado aspirar o ar ao ela passar,
Um velho habito ficar sentado e, deixá-la fugir,
Fingir que passou ao lado e vê-la zarpar.

Ai, lá vai ela sabendo que é linda,
Por onde passa nem relva cresce,
La vem ela mostrando interesse,
Nessa palavra, nesse popless.
Ai, lá vem ela sabendo que mexe,
Um peito acima outro desce,
Lá vem ela mostrando interesse,
No que, no que cresce....!

É uma pena ter ficado sentado e deixá-la jantar,
Foi um erro declarar-me culpado, por ela sorrir,

Ai, lá vai ela sabendo que é bela,
Que não me escuta, à janela,
Lá vem ela sabendo que é linda,
Por onde passa, tudo mexe,
Ai, lá vem ela sabendo que é boa,
E a nossa cabeça fica à toa,
Lá vem ela sabendo que interesse
De tudo isto é palavra popless.

Ai, lá vem ela sabendo que é linda,
Por onde passa nem relva cresce,
Lá vem ela mostrando interesse,
Por resolver este popless,
Ai, lá vem ela sabendo que é boa,
E que esta cabeça, ficou à toa,
Lá vem ela sabendo que mexe,
Um peito assim até mais cresce,

Ai, lá vem ela mostrando interesse,
E lá vem ela sabendo que é bela,
À espera de vê-la....

sábado, 14 de abril de 2012

Verbos irregulares no presente do indicativo - Solução de exercício

Resolução do exercício do dia 7 de Abril.

     1. Eu SOU Português.
     2. Nós ESTAMOS em casa.
     3. Ele um presente à namorada.
     4. Eu VEJO televisão todas as noites.
     5. Tu TRAZES / PÕES um chapéu na cabeça.
     6. Eu VOU para o trabalho a pé e VENHO de autocarro.
     7. Eu FAÇO anos em Janeiro e ele FAZ em Março.
     8. Amanhã TRAGO o livro que te prometi.

quinta-feira, 12 de abril de 2012

segunda-feira, 9 de abril de 2012

Expressões idiomáticas - Idioms

TER O REI NA BARRIGA


Significado: achar-se melhor do que os outros, ser presunçoso, ter a mania



Exemplos:
     - Desde que foi promovido, o João parece que tem o rei na barriga.
     - Não suporto a Sofia. Ela pensa mesmo que tem o rei na barriga. 

domingo, 8 de abril de 2012

Música ao domingo

Os Azeitonas - Balada de um banco de jardim



Num repente de emoção
Disparou meu coração
O teu recado era para mim
E é de ti que eu gosto
Não falto ao teu rendez-vous
Seis da tarde e um banco de jardim
Pus-me logo a sonhar
Corei só de imaginar
Nós os dois num banco de jardim
Decorei o que dizer
Vesti roupa a condizer
Roubei flores do jardim
A solidão nesse instante
Foi a breve ilusão de um amor
Como se esse amor de repente
Fosse também um bem ao meu dispor
Quantos destinos se cruzam assim
Quantos romances se acendem assim
Ao cair da tarde num banco de jardim

A lua subiu de tom e anoiteceu
E ela nem apareceu
Mais um sonho se desfaz assim
Desfiz a minha ilusão
E gravei um coração
A canivete no banco de jardim
E a solidão nesse instante
Foi a minha canção de langor
Como se esse amor, novamente,
Fosse um estranho, um desertor
Quantos destinos se cruzam assim
Quantos romances acabam assim
Ao cair de um sonho num banco de jardim

sábado, 7 de abril de 2012

Verbos irregulares no presente do indicativo


          Exercícios:

     1. Eu ___________ Português.
     2. Nós ______________ em casa.
     3. Ele __________ um presente à namorada.
     4. Eu ____________ televisão todas as noites.
     5. Tu _________ um chapéu na cabeça.
     6. Eu _________ para o trabalho a pé e ___________ de autocarro.
     7. Eu ___________ anos em Janeiro e ele _________ em Março.
     8. Amanhã __________ o livro que te prometi.

quinta-feira, 5 de abril de 2012

quarta-feira, 4 de abril de 2012

Ouvir e repetir - Poupar água

Mais de 70% do nosso corpo é constituído por água. Na verdade, não há vida sem água. Se ela acabar, nós não sobrevivemos. Por isso é fundamental poupar água, esse recurso tão fundamental. Todos temos o dever de poupar água no nosso dia a dia. Como o podemos fazer? Por exemplo, quando lavamos a louça, devemos evitar deixar a água a correr. Ao tomar banho, devemos preferir sempre o duche ao banho de imersão. Ao lavar o carro ou a bicicleta, devemos utilizar um balde em vez de uma mangueira. E sempre que uma torneira estiver a pingar, devemos fechá-la bem. Com pequenos gestos, cada um de nós pode ajudar a preservar o planeta.

terça-feira, 3 de abril de 2012

Adjetivos qualificativos - Resolução do exercício

 Esta é a solução para o exercício do dia 27 de Março.

a. Trabalho feito à mão   - Trabalho manual

  b. Literatura para criança   -  Literatura INFANTIL

  c. Gás que provoca lágrima  -   Gás LACRIMOGÉNEO

  d. Lei do trabalho - Lei LABORAL

  e. Transporte por mar - Transporte MARÍTIMO

  f. Jornal que sai todos os dias - Jornal DIÁRIO

segunda-feira, 2 de abril de 2012

Expressões idiomáticas - Idioms

TIRAR O CHAPÉU



Significado: reconhecer o valor de alguma coisa (pessoa, objeto ou ação)



Exemplos:
     - Este vinho é de se tirar o chapéu!
     - Tenho de lhe tirar o chapéu. O trabalho que tem feito é extraordinário.
     - Tiro o chapéu a todos aqueles que ajudam os necessitados. 

domingo, 1 de abril de 2012

Música ao domingo

Mafalda Veiga - Cada lugar teu




Sei de cor cada lugar teu
atado em mim, a cada lugar meu
tento entender o rumo que a vida nos faz tomar
tento esquecer a mágoa
guardar só o que é bom de guardar

Pensa em mim protege o que eu te dou
Eu penso em ti e dou-te o que de melhor eu sou
sem ter defesas que me façam falhar
nesse lugar mais dentro
onde só chega quem não tem medo de naufragar

Fica em mim que hoje o tempo dói
como se arrancassem tudo o que já foi
e até o que virá e até o que eu sonhei
diz-me que vais guardar e abraçar
tudo o que eu te dei

Mesmo que a vida mude os nossos sentidos
e o mundo nos leve pra longe de nós
e que um dia o tempo pareça perdido
e tudo se desfaça num gesto só

Eu Vou guardar cada lugar teu
ancorado em cada lugar meu
e hoje apenas isso me faz acreditar
que eu vou chegar contigo
onde só chega quem não tem medo de naufragar

terça-feira, 27 de março de 2012

Adjetivos qualificativos - Exercício

Substitua as palavras destacadas pelo respetivo adjetivo:

  a. Trabalho feito à mão   - Trabalho manual

  b. Literatura para crianças
       - Literatura _______________

  c. Gás que provoca lágrimas
       - Gás ___________________

  d. Lei do trabalho - Lei _____________________

  e. Transporte por mar - Transporte _____________________

  f. Jornal que sai todos os dias - Jornal ________________

segunda-feira, 26 de março de 2012

Expressões idiomáticas - Idioms

Comprar gato por lebre

Significado: ser enganado ou vigarizado.



Exemplos:
     - Já é a segunda vez que naquela loja me fazem comprar gato por lebre.
     - Desta vez vou a um especialista. Já não compro mais gato por lebre.
     - Acho que compraste gato por lebre. Isto não presta para nada.

domingo, 25 de março de 2012

Música ao domingo

Tim & Rui Veloso - "Voar"




Eu queria ser astronauta,
O meu país não deixou,
Depois quis ir jogar à bola,
A minha mãe não deixou.

Tive vontade de voltar à escola,
Mas o doutor não deixou,
Fechei os olhos e tentei dormir,
Aquela dor não deixou...

Ó meu anjo da guarda,
Faz-me voltar a sonhar,
Faz-me ser astronauta,
E voar...

O meu quarto é o meu mundo,
O ecran é a janela,
Não choro em frente à minha mãe,
Eu que gosto tanto dela.

Mas esta dor não quer desaparecer
Vai-me levar com ela...

Ó meu anjo da guarda,
Faz-me voltar a sonhar,
Faz-me ser astronauta,
E voar...

Acordar meter os pés no chão,
Levantar, pegar no que tens mais à mão,
Voltar a rir, voltar a andar, voltar, voltar...
Voltarei... (8x)

 Acordar, meter os pés no chão,
Levantar, pegar no que tens mais à mão,
Voltar a rir, voltar a andar, voltarei...

quarta-feira, 21 de março de 2012

Pronomes indefinidos variáveis - Solução

Aqui fica a solução para o exercício proposto no dia 17 de Março.
  • ALGUM lugar livre? Não, não há NENHUM.
  • POUCAS pessoas no restaurante, só quatro ou cinco.
  • TODOS os meus amigos vieram ao jantar.
  • Não gosto deste livro? Por acaso não tem OUTRO?
  • Eles vão à escola TODOS os dias.
  • Tenho POUCO dinheiro, por isso não vou jantar fora.
  • TANTAS coisas para fazer e tão pouco tempo!!!!
  • Esta caneta não escreve. Preciso de OUTRA.

terça-feira, 20 de março de 2012

Material de cozinha - Solução

Esta é a solução para o exercício do dia 13 de Março

- Serve para fazer sumos a partir de laranjas...




ESPREMEDOR







- Serve para fazer um creme de legumes ou uma sopa...




VARINHA MÁGICA






- Serve para fazer torradas ou aquecer pão...




TORRADEIRA







- Serve para descascar legumes e fruta...





DESCASCADOR






- Serve para aquecer alimentos ou descongelar de forma rápida...


 MICROONDAS






- Serve para guardar e preservar os alimentos...




 FRIGORÍFICO







- Serve para abrir garrafas de vinho...




SACA ROLHAS

segunda-feira, 19 de março de 2012

Expressões idomáticas - Idioms

 
Pôr os pontos nos "is"


Significado: esclarecer uma questão ou problema.




Exemplos:

   - Vou falar com ele e pôr os pontos nos "is".
   - É melhor pôr os pontos nos "is" antes que seja tarde demais.

domingo, 18 de março de 2012

Música ao domingo

Donna Maria - "Quase perfeito"




Sabe bem ter-te por perto
Sabe bem tudo tão certo
Sabe bem quando te espero
Sabe bem beber quem quero

Quase que não chegava
A tempo de me deliciar
Quase que não chegava
A horas de te abraçar
Quase que não recebia
A prenda prometida
Quase que não devia
Existir tal companhia

Não me lembras o céu
Nem nada que se pareça
Não me lembras a lua
Nem nada que se escureça
Se um dia me sinto nua
Tomara que a terra estremeça
Que a minha boca na tua
Eu confesso não sai da cabeça

Se um beijo é quase perfeito
Perdidos num rio sem leito
Que dirá se o tempo nos der
O tempo a que temos direito

Se um dia um anjo fizer
A seta bater-te no peito
Se um dia o diabo quiser
Faremos o crime perfeito

sábado, 17 de março de 2012

Pronomes indefinidos variáveis - Exercícios

Complete com o pronome definido variável mais adequado (para saber quais são os pronomes definidos variáveis veja o post da passada quinta-feira):

  • Há ______________ lugar livre? Não, não há ______________________.
  • Há _____________ pessoas no restaurante, só quatro ou cinco.
  • ___________ os meus amigos vieram ao jantar.
  • Não gosto deste livro? Por acaso não tem _______________?
  • Eles vão à escola ____________ os dias.
  • Tenho ___________ dinheiro, por isso não vou jantar fora.
  • ___________ coisas para fazer e tão pouco tempo!!!!
  • Esta caneta não escreve. Preciso de ______________.

quarta-feira, 14 de março de 2012

Ouvir e repetir - Vergílio Ferreira

Uma língua é o lugar donde se vê o Mundo e em que se traçam os limites do nosso pensar e sentir. Da minha língua vê-se o mar. Da minha língua ouve-se o seu rumor, como da de outros se ouvirá o da floresta ou o silêncio do deserto. Por isso a voz do mar foi a da nossa inquietação.

VERGÍLIO FERREIRA
 
Para saber quem foi Vergílio Ferreira, vá até aqui...


terça-feira, 13 de março de 2012

Material de cozinha

Será que é capaz de identificar os seguintes instrumentos de cozinha?

        - Serve para fazer sumos a partir de laranjas...
    
        - Serve para fazer um creme de legumes ou uma sopa...

        - Serve para fazer torradas ou aquecer pão...

        - Serve para descascar legumes e fruta...

        - Serve para aquecer alimentos ou descongelar de forma rápida...

        - Serve para guardar e preservar os alimentos...

        - Serve para abrir garrafas de vinho...

segunda-feira, 12 de março de 2012

Expressões idiomáticas - Idioms

Pôr o carro à frente dos bois.

Significado: fazer algo apressadamente ou antes do tempo.

Exemplos:
     - Temos de ter calma. Não podemos pôr o carro à frente dos bois.
  - Não podemos pôr o carro à frente dos bois. Primeiro precisamos de receber o dinheiro e só depois é que podemos comprar a casa. 

domingo, 11 de março de 2012

Música ao domingo

Mesa - "Cedo o meu lugar"




Eu não quero ser
Eu não quero pedir
Mas estou a perder
E não sei que fazer mais

O que eu era desapareceu
E quando falo parece, parece
Que não sou mais eu

Tento encontrar-me, desenrascar-me
Já faço a cama
Ando ocupada a tentar fugir de ti
Mas mais longe é mais perto
Mais difícil fazer o correto do que estar certo

Por isso…

 Cedo o meu lugar a quem te mereça
Que decore os teus planos e que não se esqueça
Cedo o meu lugar a quem te mereça
Que te dê tudo e que nem pareça
Cedo o meu lugar a quem te mereça
Que fique do teu lado e que não esmoreça
Cedo o meu lugar…
Mas a seguir peço para voltar

 Para mim nunca foi um jogo
Foi apenas um retrato
Onde ficávamos bem os dois
Onde as dúvidas são p'ra depois
Gosto mesmo de ti
Mas tu nunca estás...
Nunca estás aqui

 Por isso…

Cedo o meu lugar a quem te mereça
Que decore os teus planos e que não se esqueça
Cedo o meu lugar a quem te mereça
Que te dê tudo e que nem pareça
Cedo o meu lugar a quem te mereça
Que fique do teu lado e que não esmoreça
Cedo o meu lugar…
Mas a seguir peço para voltar

( É que eu gosto mesmo de ti
Eu gosto mesmo de ti )

Tento encontrar-me, desenrascar-me
Mas quanto mais longe mais perto de ti
O que eu era desapareceu
A culpa percebe eu não sou mais eu

Cedo o meu lugar a quem te mereça
Que decore os teus planos e que não se esqueça
Cedo o meu lugar a quem te mereça
Que te dê tudo e que nem pareça
Cedo o meu lugar a quem te mereça
Que fique do teu lado e que não esmoreça
Cedo o meu lugar… (A culpa percebe eu não sou mais eu)
Cedo o meu lugar…

Cedo o meu lugar a quem te mereça
Que decore os teus planos e que não se esqueça
Cedo o meu lugar a quem te mereça
Que te dê tudo e que nem pareça
Cedo o meu lugar a quem te mereça
Que fique do teu lado e que não esmoreça
Cedo o meu lugar…
Mas a seguir peço para voltar

Cedo o meu lugar…

( É que eu gosto mesmo de ti
Eu gosto mesmo de ti )

quarta-feira, 7 de março de 2012

Ouvir e repetir - Fado

"Fado" vem do latim fatum, ou seja, destino. As suas origens são incertas. Pode ter nascido das canções trovadorescas, da saudade dos marinheiros ou do canto Lundum dos escravos negros do Brasil. Começou com ritmos e versos de características populares, no Porto e em Lisboa, e foi evoluindo, tornando-se mais complexo e absorvendo a mudança dos tempos. Hoje é uma música do mundo.

O primeiro registo escrito data do séc. XIX e desde então foi tomando a imagem de quem o cantou. A Severa, fadista de bairro, tornou-o conhecido nos ambientes aristocráticos pelo romance com o Conde de Vimioso.

Amália Rodrigues deu a voz e a alma a poemas de escritores portugueses e tornou o Fado conhecido fora de Portugal.
Mariza, a mais recente revelação, é a continuidade dessas referências e ao mesmo tempo uma nova forma de cantar o fado. O sentimento, os desgostos de amor, as saudades de alguém que partiu, a vida do bairro, as conquistas. Acompanhado à guitarra por tradição, há muitas maneiras de o cantar. Pode ser da Mouraria, corrido, à desgarrada ou dos estudantes de Coimbra.

Em 2011, o Fado foi classificado pela UNESCO Património da Humanidade.

Texto retirado daqui.


segunda-feira, 5 de março de 2012

Expressões idiomáticas - Idioms

Dar pontapés na gramática

Significado: dar erros ortográficos, cometer erros na utilização da linguagem.

Exemplos:
    - Ele não fala muito bem a língua. Ainda dá muitos pontapés na gramática.
       -  Hoje o professor deu um grande pontapé na gramática na aula!

domingo, 4 de março de 2012

Música ao domingo

Sérgio Godinho - Dancemos no mundo



Isto é como tudo
não há-de ser nada
a minha namorada
é tudo que eu queira
mas vive para lá da fronteira

Separam-nos cordas
separam-nos credos
e creio que medos
e creio que leis
nos colam à pele papéis

Tratados, acordos
são pântanos, lodos

Pisemos a pista
é bom que se insista
dancemos no mundo

Eu só queria dançar contigo
sem corpo visível
dançar como amigo
se fosse possível
dois pares de sapatos
levantando o pó
dançar como amigo só
Por ódio passado
(que seja maldito)
amor favorito
não tem importância
se for é de circunstância

Separam-nos crimes
separam-nos cores
a noite é de horrores
quem disse que é lindo
o sol-posto de um dia findo

Sozinho adormeço
E em teu corpo apareço
Pisemos a pista
é bom que se insista
dancemos no mundo

Eu só queria dançar contigo
sem corpo visível
dançar como amigo
se fosse possível
dois pares de sapatos
levantando o pó
dançar como amigo só

Em passos tão simples
trocar endereços
num mundo de acessos
ar onde sufocas
lugar de supostas trocas

Separam-nos facas
separam-nos fatwas
pai-nossos e datas
e excomunhões
acondicionando paixões
 
Acenda-se a tua
luz na minha rua

Pisemos a pista
é bom que se insista
dancemos no mundo

Eu só queria dançar contigo
sem corpo visível
dançar como amigo
se fosse possível
dois pares de sapatos
levantando o pó
dançar como amigo só

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

Expressões idiomáticas - Idioms

Apanhar uma seca / Ser uma seca

Significado: algo que é extremamente aborrecido ou desinteressante.

Exemplos:
    - O professor esteve a falar durante duas horas! Apanhei uma seca monumental!
   -  O jantar de ontem foi uma seca.
 

domingo, 26 de fevereiro de 2012

Música ao domingo

Maria João & Mário Laginha - Beatriz

Versão de uma música original de Chico Buarque e Edu Lobo.



Olha
Será que ela é moça
Será que ela é triste
Será que é o contrário
Será que é pintura
O rosto da atriz

Se ela dança no sétimo céu
Se ela acredita que é outro país
E se ela só decora o seu papel
E se eu pudesse entrar na sua vida


Olha
Será que ela é de louça
Será que é de éter
Será que é loucura
Será que é cenário
A casa da atriz
Se ela mora num arranha-céu
E se as paredes são feitas de giz
E se ela chora num quarto de hotel
E se eu pudesse entrar na sua vida

Sim, me leva pra sempre, Beatriz
Me ensina a não andar com os pés no chão
Para sempre é sempre por um triz
Aí, diz quantos desastres tem na minha mão
Diz se é perigoso a gente ser feliz

Olha
Será que é uma estrela
Será que é mentira
Será que é comédia
Será que é divina
A vida da atriz
Se ela um dia despencar do céu
E se os pagantes exigirem bis
E se o arcanjo passar o chapéu
E se eu pudesse entrar na sua vida

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

Zeca Afonso - 25 anos

Faz hoje 25 anos que desapareceu Zeca Afonso, o mais importante e influente cantor de intervenção português. Foi um grande combatente do Fascismo e foi uma das suas músicas, "Grândola, Vila Morena", que serviu como sinal para dar início à Revolução dos Cravos (25 de Abril de 1974).

Obrigado, Zeca.






Somos filhos da madrugada
Pelas praias do mar nos vamos
À procura de quem nos traga
Verde oliva de flor nos ramos
Navegamos de vaga em vaga
Não soubemos de dor nem mágoa
Pelas praia do mar nos vamos
À procura da manhã clara

Lá do cimo de uma montanha
Acendemos uma fogueira
Para não se apagar a chama
Que dá vida na noite inteira
Mensageira pomba chamada
Mensageira da madrugada
Quando a noite vier que venha
Lá do cimo de uma montanha

Onde o vento cortou amarras
Largaremos p'la noite fora
Onde há sempre uma boa estrela
Noite e dia ao romper da aurora
Vira a proa minha galera
Que a vitória já não espera
Fresca, brisa, moira encantada
Vira a proa da minha barca.